Por que o sono é tão importante para o corpo humano?

Um dos momentos mais aguardados e importantes de uma pessoa é na hora do sono.

É nesse momento que o corpo dá uma parada e consegue relaxar, a mente consegue entrar em modo de “stand by” e você finalmente repousa para recarregar as energias para começar todas as atividades no dia seguinte.

O sono é como se fosse uma fonte de energia. Ele serve para alimentar o nosso corpo, de modo que recarrega todas as energias, revigorando o corpo e a mente, de modo que nos sentimos mais dispostos para encarar o novo dia.

Mas por que é tão importante dormir bem?

Importância do sono

O uso de remedio para dormir está cada vez mais comum entre as pessoas.

Isso porque dormir bem, ter uma boa noite de sono, é indispensável para o ser humano, pois é nesse momento que o seu corpo rejuvenesce.

E, além disso, é ele quem te ajuda a se prevenir de doenças, além de fazer com que sua longevidade aumente, deixando você com uma aparência infinitamente melhor.

Além disso, o seu corpo ficará com as energias físicas recuperadas e te auxiliará a controlar o seu peso. A sua mente também irá te agradecer, pois ela conseguirá processar as informações e as armazenar na memória.

Quando você dorme bem, o seu organismo conseguirá relaxar, com isso, ele irá produzir o hormônio do crescimento que trabalha na recuperação dos ossos. É quando estamos dormindo que o nosso organismo produzirá a melatonina, que cuidará das células, dando corda ao relógio biológico.

Se eu não dormir bem, o que pode acontecer?

InsôniaPara quem é uma pessoa vaidosa, o simples fato de não dormir bem à noite, ou simplesmente passá-la em claro, faz com que o seu rosto já demonstre logo que a noite não foi às escuras. E, para quem é vaidoso, isso é horrível de se sentir.

As olheiras são as primeiras a darem o ar da graça, além da inquietação dos pensamentos e a sensação de que você está fora do lugar onde se encontra.

Para a maioria das pessoas, não conseguir ter uma boa noite de sono significa que o dia seguinte será péssimo, pois elas não conseguirão ter um bom rendimento, certamente estarão desatentas, irritadas, sentirão um pouco mais de fome, o seu corpo ficará dolorido e ficará totalmente desconcentrado de qualquer tarefa que tentar começar iniciar.

Infelizmente, esses não são os únicos malefícios trazidos por uma noite de sono mal dormida.

Existem outras situações que são ainda piores do que essas e, se eu fosse você, já iria logo me arrumando para poder dormir cedo.

Os malefícios causados são:

Câncer

Não é exagero. Uma noite mal dormida está relacionada a alguns tipos de cânceres. Um dos mais comuns nas pessoas que não conseguem dormir é o câncer no colo do reto, pois os pólipos são mais frequentes nas pessoas que não têm qualidade no sono, e sofrem de cansaço constante.

E, outra coisa que a falta de sono pode causar é atrapalhar o funcionamento intestinal, causando diversos prejuízos em longo prazo.

Diabetes

Dormir pouco pode contribuir significativamente com o desenvolvimento da diabetes tipo 2. Isso porque, o sono pode causar um aumento da resistência à insulina, fazendo com que o corpo não consiga utilizá-la de forma eficiente.

E uma vez sem insulina, o corpo não irá metabolizar os açúcares de maneira adequada, deixando as taxas de glicose altas.

Imunidade baixa

Enquanto você está dormindo, o seu corpo está trabalhando, produzindo anticorpos, que ajudam na defesa do corpo contra diversos tipos de infecções, como vírus, e bactérias.

Quando não dorme bem, o seu corpo não dorme o suficiente, o que faz com que o seu organismo não produza os anticorpos suficientes para proteger a sua saúde, deixando-o com a imunidade baixa.

Doenças cardíacas

Dormir mal ou pouco causa problemas relacionados ao coração, que pode se agravar se a pessoa já tem uma tendência a engordar. Isso porque, é durante o sono que o corpo consegue reparar e fortalecer as artérias e o coração.

Se você não consegue ter uma boa noite de sono, os riscos das doenças cardíacas aparecerem aumentam, isso porque noites não dormidas ou mal dormidas resultam na produção de mais hormônios e outras substâncias químicas que podem proporcionar o aumento da pressão arterial.

Alimentos para o sono

Você sabia que a alimentação pode influenciar em seu sono?

Certos alimentos possuem propriedades que ajudam a promover um sono tranquilo e profundo.

Mas de outro lado, existem certos alimentos que dificulta o seu corpo pegar no sono e acabam facilitando a insônia.

Os melhores alimentos para o sono são o mel, beterraba, cereja, amêndoas, tomate, banana, melancia, feijão, aveia, grão-de-bico, ovo, folhas verdes, chá de camomila e uva.

O vídeo abaixo mostra alguns outros alimentos para combater a insônia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *